PRA VOCÊ IR MAIS LONGE A gente cuida do seu futuro, para caminharmos juntos sempre.

Novo herbicida para o milho chega a 700 mil hectares tratados na primeira safra

Análises da Fundação Rio Verde, de Mato Grosso e da Supra Pesquisa/Universidade Federal do Paraná, revelam diferenciais competitivos da molécula Terbutilazina, introduzida no País pela empresa Sipcam Nichino

Lançada no Brasil no mês de junho último, a molécula Terbutilazina, tecnologia de base do herbicida para o milho de marca Click®, da Sipcam Nichino, confirmou projeções de especialistas. Na safra de milho verão 2020-21 e na safrinha 2021, estudos da Fundação de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico Rio Verde, de Mato Grosso, e da equipe Supra Pesquisa/Universidade Federal do Paraná (UFPR), mostraram que a ação de Click® supera a de tratamentos-padrão adotados no País, frente a plantas invasoras de difícil controle.

A Fundação Rio Verde avaliou o desempenho de Click® na pós-emergência de daninhas como capim-pé-de-galinha (Eleusine indica), trapoeraba (Commelina benghalensis), vassourinha-de-botão (Spermacoce verticillata), erva-de-santa-luzia (Euphorbia hirta) e soja-tiguera (Glycine max), entre outras. Conforme a pesquisa, tratamentos com Click®, comparados a tratamentos-padrão do produtor, foram analisados após 7,14, 21, 28 e 35 dias das aplicações (DAA), e também na pré-colheita da cultura.

Conforme a Sipcam Nichino, com a Terbutilazina, o índice de controle dessas invasoras se manteve entre 94,7% e 100% de eficácia. A empresa celebra ainda significativos indicadores de produtividade e produção, atrelados ao herbicida, registrados na pesquisa, feita na região de Lucas do Rio Verde.                       

“A produtividade média dos campos atingiu 134,6 sacas por hectare, 13% acima dos tratamentos-padrão, o que representa um ganho médio de 1,2 saca por hectare, dado altamente relevante na avaliação geral, além de entregar uma lavoura mais limpa”, resume José de Freitas, engenheiro agrônomo da área de desenvolvimento de mercado da Sipcam Nichino Brasil.

Trapoeraba no Paraná

Em sua primeira safra comercial no milho verão, o novo Click® foi também alvo de estudos na região Sul, tendo à frente pesquisadores da Supra Pesquisas/Universidade Federal do Paraná (UFPR). Os experimentos mais abrangentes, segundo José de Freitas, ocorreram nas cidades paranaenses de Maripá, Marechal Cândido Rondon e Palotina. Freitas enfatiza que um dos pontos estratégicos desses estudos teve foco no controle da planta daninha trapoeraba (Commelina benghalensis), uma erva-problema do Paraná e de várias regiões do Brasil.

Conforme Freitas, neste caso os pesquisadores observaram o tratamento com a Terbutilazina comparado ao padrão empregado naquelas regiões produtivas, considerando intervalos de 7,14, 21, 28, 35 e 75 dias após as aplicações dos produtos (DAA), além da pré-colheita da cultura. Nas áreas de milho analisadas no Paraná, continua Freitas, havia também infestações de soja-tiguera, capim-amargoso, capim-pé-de-galinha e picão-preto.

Especificamente em relação à trapoeraba, conforme Freitas, o índice de controle transferido pelas aplicações de Click® ficou próximo a 99%. A Terbutilazina entregou ainda a maior produtividade, da ordem de 7 mil quilos por hectare (quase 117 sacas/ha), na dose de 2 litros por hectare. “O principal produto do chamado tratamento-padrão da região igualou esta marca, entretanto aplicado em altas doses, duplicada e triplicada”, afirma Freitas.

700 mil hectares na chegada

Em relação às demais ervas infestantes dos campos de milho pesquisados no estado do Paraná, Freitas adianta que os registros da Supra Pesquisa/UFPR reforçam que Click® obteve índices de eficácia de controle da ordem de 80% até 100%. A produtividade média se manteve na faixa entre 6 mil kg por hectare (100 sacas/ha) a 8 mil kg por hectare (133 sacas/ha). “Na média dos campos, a Terbutilazina apresentou eficácia equivalente ou superior à do tratamento padrão, sendo o Click® aplicado em menores doses.”

Para a Sipcam Nichino, os resultados proporcionados pela nova molécula, em diversos trabalhos no milho verão e na safrinha, justificam o sucesso da comercialização de Click® logo após lançado.

O produto, revela a empresa, já atingiu a marca de 700 mil hectares tratados no milho. “Seguimos confiantes de que o padrão de controle de invasoras do milho logo será dimensionado entre ‘antes e depois de Click®’. O herbicida soluciona problemas graves do produtor frente a infestações por ervas de difícil controle, em pré e pós-emergência”, com longo período residual, entregando uma lavoura mais limpa, finaliza José de Freitas.

Fonte: Bureau de Ideias Associadas